Archive for outubro \26\UTC 2010

Um ano em um post

26/10/2010

Anúncios

ELEIÇÃO NÃO É BRINCADEIRA!

21/10/2010

Rio de Janeiro, 20 de outubro: Serra é atingido por bola de papel.

Paraná, 21 de outubro: bexigas com água são jogadas contra Dilma, mas erram alvo.

****

Vote na melhor tréplica:

– Amarrar o cadarço de um pé no outro.

– Colocar tachinha na cadeira.

– Peido alemão em reunião do partido.

– Acertar com a toalha a bunda um do outro.

– Passar cola no encosto da cadeira.

– Puxar a cueca pelas costas. (famoso cuecão)

– Pendurar a mochila no ventilador de teto.

– Colar “Me Chute” nas costas do adversário.

– Papel picado dentro do guarda-chuva.

***

As coberturas dessas eleições estão sendo feitas pelos analistas @tiodino e @microcontoscos. Acompanhe e emocione.

Mascarados

20/10/2010

Você, eleitor atento que é, que inclusive lembra de todos em quem votou no 1º turno (pausa para gargalhadas), está ligado no que vai rolar em 31 próximo.

Mas isso não é nada. Nossa principal preocupação é o Halloween, que coincide com o evento.

Uma tradição típica americana, assim como a democracia, o voto de cabresto e o termo tuitar, já enraizados em nossa pátria amada.

Portanto, baixe sua máscara favorita. Faça como Paulo Preto e Erenice e diga: “doce ou travessura!”. E se divirta a valer.

Você merece. Você é quem decide os rumos dessa grande zona chamada Brasil.

Observações:

Na máscara da Dilma, recorte e mantenha as cordinhas bem presas. É que sem sustentação ela cai, né.

E na do Serra, não utilize fita crepe.

Baixe a máscara do Serra.

Baixe a máscara da Dilma.

Copyright @tiodino e @microcontoscos

Green Records

19/10/2010

Clica que aumenta:

Incluindo a faixa:
“Você sabe o que é tergiversar?/
Nunca li, nem ouvi, só ouço a Dilma falar”.

E participação de BeSerra da Silva com:
“Vou abortar, mas não vou falar disso agora/
Se segura, tucano/
Pra criar polêmica sempre tem hora”.

Copyright @tiodino e @microcontoscos

“Qual vai ser agora, senhor presidente?” Volume 1

18/10/2010

Lula “cogita” trabalhar como apresentador de TV.

Vamos às possibilidades.

Topa Tudo Por Dinheiro.
Assistentes de palco Erenice e Dilma. Na câmera escondida do Youtube, José Dirceu e Ciro Gomes.

Brasil Emergente. No melhor estilo Datena, Lula dá um tapa na cara da sociedade e mostra as falhas do sistema. Que geralmente são “erros desconhecidos”.

Tele-Curso 2000. Luis Inácio volta no tempo e dá umas dicas de torno pros feras em cursos profissionalizantes.

A Casa Civil é Sua. Lula, Dilma, Erenice e seus filhos contam – quase – tudo sobre o que acontece no Brasil.

Fala Que Eu Te Escuto. Todos os grampos da Polícia Federal com comentários de especialistas.

A Fazenda. Guido Mantega e Lula num talk show muito divertido sobre quem deve ou não sair.

Hipertensão. Lula e aposentados conversam sobre saúde e experimentam comidas horríveis.

Armação Ilimitada. Lula e seu amigo Juba em altas confusões em Brasília. Sempre surfando no lago Paranoá.

A casa dos infernos

15/10/2010

A casa dos infernos tem espada de São Jorge num pote de margarina em cima da geladeira. Uma planta comigo-ninguém-pode torta na sala. E uma samambaia adornando a varanda.

Lá fora, vemos duas garrafas pet cheias d’água no contador de luz. E um muro coberto de caco de vidro.

Na sala, uma foto de Jesus emodulrada que fica te seguindo com o olhar. Miçangas barulhentas penduradas dividem um cômodo do outro.

Na garagem temos um Chevette com o adesivo “A inveja é uma merda”.

Relógio de parede é da Ótica Diniz. Uma plaquinha na porta avisa: “Aqui mora uma família feliz”.

Camisas de candidatos são usadas de pano de chão. Papel de presente forra as gavetas.Copo de requeijão? Muitos.

O filho já plantou feijão no algodão.

Na estante: livros da Seicho-no-ie, enciclopédias de 1980, uma Veja com um metalúrgico do ABC na capa com a chamada “A voz da esquerda”, e um elefante com a bunda virada pra porta.

Jarra de plástico em formato de abacaxi. Calendário de farmácia, açougue ou padaria.

Um cachorro barulhento que não sabe o que é banho desde que nasceu.

Tem chinelo Rider e bolas de plástico presas no telhado. Quadros de copo de leite, pôster da Madonna e fitas da formatura do colegial em vários cantos da residência.

No quarto dos pais tem um cofre. E dentro do cofre a escritura.

Vai uma censurazinha aí?

11/10/2010

Você já deve ter lido a matéria, ou então assistido ao vídeo que segue abaixo. Trata-se da abertura do seriado mais longevo da TV americana, o fundamental Os Simpsons, e que foi feita pelo igualmente polêmico grafiteiro Banksy. Mas o que me interessa nele é a discussão que desperta.

Nos últimos tempos, Os Simpsons vem sendo acusado pelo noticiário americano de explorar desenhistas e artistas de países como Coreia do Sul. A mão-de-obra e parte da renderização da atração é feita por lá, trazendo uma generosa economia.

A conservadoríssima Fox aceitou exibir isso. O desenho animado referência da liberdade de expressão fez o que faltava para se tornar meu norte definitivo para o resto da vida: riu de si mesmo.

E aqui, como um bom país liberticida que somos, de bundas, caipirinhas e escândalos, estamos falando de “aborto”.

O Mercado Livre vende a 1ª Emenda? Fiquei interessado.

PS: saiu do ar o original e consegui uma versão meia-boca. Ah, e não se trata de censura, é só direito autoral mesmo, fera.