Como produzir uma polêmica sem muita projeção

Primeiramente você deve fugir do básico, que é se envolver com a mulher do amigo e, ainda, escrever no carro dele: “exatamente como falaram: a mancha é na virilha”.

Para produzir uma polêmica, mesmo que escassa, você tem de ser do contra. Não importa do que estejam falando.

Pode começar agredindo alguém gratuitamente no Twitter, agora que é moda. Mas flerte com uma celebridade. Pelo menos a peleja vai ser de grife. Além de contar com reações estranhas, como a @bizonha34, que já vendeu um rim para poder ir a um show e até prepara um suicídio coletivo caso não retirem umas agressões de um vídeo-resposta do Youtube.

Antigas rixas na área musical e cinematográfica são uma boa. Solte coisas do tipo em uma comunidade rasta: “O bom do reggae é que você esquece fácil as músicas. Tanto pelo que se ouve, tanto pelo que se traga”.

Ou, quem sabe, num fórum com cinéfilos do Oriente Médio: “pra dormir, eu uso filme iraniano. Até larguei o Diazepan”.

Outra é suscitar tragédias. A DDB (jogar no Google) que o diga. Dá para utilizar de forma insipiente ferramentas como blog ou microblogs, e despejar o humor duvidoso do terceiro mundo que já vem inserido na cesta básica:

Hoje é 11 de setembro, aniversário das gêmeas. – As Olsen? – Não, as Torres.

Por fim, dar um depoimento contra o patrão. Né, Nelsinho? Nenhuma polêmica tosca passa batida.

atleta

Caster Semenya (jogar no Google): ele que também é ela. Uma polêmica que fica pior ainda na cama.

Caster Semenya (jogar no Google): ela que também é ele. Uma polêmica que fica pior ainda na cama.

Anúncios

3 Respostas to “Como produzir uma polêmica sem muita projeção”

  1. ThePzr Says:

    é meu caro, cada dia as coisas ficam mais estranhas. Essa do Piquet que o diga. O pai todo metido a comedor, e o filho que só é metido…..
    daí a gente fica pensando em cada coisa….que hj em dia, homem tá dando mais do que a gente imagina.
    e isso dá medo…..

  2. Pasquale Says:

    Opa! É InCipiente e não inSipiente.

    • Dino Cantelli Says:

      Segundo tio Aurélio:

      [Do lat. insipiente.]
      Adj. 2 g.
      1. Não sapiente; ignorante: &
      2. Desassisado, insensato.
      3. Sem cautela; imprudente.

      [Cf. incipiente.]

      Adj. 2 g.
      1. Que está no começo; principiante: &

      Ou seja, tá no conteSto. ;-)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: