Influências

14/04/2011

Numa tentativa de continuar fazendo a tragédia de Realengo render, nossas emissoras flertam com teorias da conspiração, lendas urbanas e até xamanismo. Resgatam de algum arquivo esquecido aquela ideia rasa e medíocre de que video-games, filmes e entretenimento estariam acabando com as mentes de nossos jovens, condicionando-os a se matarem e a matar, como se tudo fosse um grande jogo de vidas infinitas e um chefão existisse ao final de cada fase.

Nunca tive vontade de matar ninguém assistindo um filme. Já tive, sim, vontade de apertar o pescoço de um mané que antende o telefone no meio da sessão, por exemplo.

Se a sociedade deixa jovens malucos, o paternalismo desmioloado do Estado é um dos principais fatores para esse problema.

Reavivar uma campanha de desarmamento me soa mais como uma tentativa de dar uma resposta imediata e amalucada a essa tragédia, do que propriamente ser um indício de uma política de segurança pública eficiente.

Você não consegue uma arma legalizada fácil como se estivesse indo comprar um pão. Vamos combater o contrabando e o tráfico de armas nas fronteiras, começar a peitar de frente vizinhos coniventes com o crime. Isso sim é zelar pelas crianças brasileiras, seu Sarney de meia-tigela.

***************

O Sarney é quem trouxe à tona essa bobagem de referendo sobre armas. Mais 300 milhões aos cofres públicos para votar sim ou não. Enquanto polícias estaduais e federais poderiam ser aparelhadas com essa grana para cuidar das fronteiras, de onde, SIM, as armas chegam.

***************

O Congresso adora a solução paliativa. Como o pensamento é curto, há muita dificuldade em planejar a longo prazo.

***************

O número de armas ilegais no Brasil é assustador. Não por acaso encontram bazucas (!), armas exclusivas das forças armadas, metralhadoras ponto 50 e outras que derrubam helicópteros e, que, pelo Estatuto do Desarmamento, não podem ser construídas aqui. Temos um dos maiores números de assassinato/100 mil habitantes do planeta. Perdemos de feio pros EUA, que tem a venda de armas não só incentivada, como liberada. É FISCALIZAÇÃO NAS FRONTEIRAS. Precisamos desarmar o bandido. Depois, TODOS os que tenham uma arma legalizada.

(este post está em Tio Dino no Facebook)

Direto da redação

07/12/2010

A partir de hoje, este blog ficará à mercê das moscas, mas por um bom motivo: Tio Dino estreia no portal Playboy, ao lado de grande elenco e das mulheres mais lindas do Brasil conhecido.

Todas as postagens e devaneios estarão concentrados, agora, neste novo endereço:

http://playboy.abril.com.br/blogs/o-mundo-segundo-tio-dino/

Para assinar o RSRSRSR, copie e cole no seu agregador o link:

http://playboy.abril.com.br/blogs/o-mundo-segundo-tio-dino/feed/

Conto com vocês para mais esta etapa avacalhante.

Tropeça na promessa e relaxa na cachaça. Abrasss.

Retrospectiva 2010

07/12/2010

Antes, a ressalva: a minha regularidade para a atualização de blog segue as normas QDNT (Quando dá na telha).

Voltemos.

2010 forneceu material para mais ou menos uns 5 anos de programas de retrospectiva na TV. Listo aqui o que me interessa, sempre munido de meu critério fundamental: nenhum.

Enquanto escrevo este texto, um caminhão do lixo faz um barulho infernal e uma pessoa toca flauta alucinadamente. Desde sempre, são meus dois destaques do ano.

Mineiros Chilenos
O maior evento sob a terra de todos os tempos. A continuação, na Nova Zelândia e com final triste, não foi bem recebida pelo público e ignorada sumariamente pela crítica. Deve ter faltado feeling, marketing e, principalmente, mais informações de onde fica a Nova Zelândia, o Acre do mundo.

Retorno do É o Tchan
O tom dos documentos sigilosos vazados pelo site WikiLeaks sobre a diplomacia mundial nem foram tão chocantes quanto esse retorno inesperado de Beto Jamaica e Cumpadre Washington*. O surgimento do fenômeno “Rebolation” também descartou qualquer possibilidade de eutanásia do segmento axé-chiclete. 2011 promete fortes emoções também no nicho “calça cor de marca-texto”.
(*New Kids On The Block e Backstreet Boys foram limados deste tópico por puro preconceito do editor)

Tensão no mundo
Dizem que o Irã já tem domínio nuclear. Para quem joga pedra em desafeto, tacar bomba no mundo é dois palitos. Falando em palitos, as coreias estão como duas mulheres brigadas. Com a diferença de que ainda há a possibilidade das coreias voltarem a ser amigas.

O mundo anda muito perigoso. Minha sugestão é para que o fim dele seja antecipado para o ano que vem.

Ricky Martin anuncia que é gay
Com alguns anos de atraso, ele redescobre a roda.

A primeira presidente mulher do Brasil
Meus esforços para que a primeira mulher presidente do Brasil fosse a Ana Hickman falharam miseravelmente.

Terremoto no Haiti e no Chile
Chile, Haiti e Novo Hamburgo (caso do bolão falhado da Mega-Sena) foram em 2010 os lugares mais azarados do planeta. Particularmente nos dois primeiros estava bem difícil tomar uma sopa.

Caso Bruno
O maior catálogo de anedotas virtuais de humor negro desde a invenção da Internet moderna.

Copa da África
Você só conhecia a África pelo Globo Repórter. Agora, conhece a África pelo Globo Repórter e pelas trombetas do inferno, popularmente chamadas de vuvuzelas. Para jogos de merda, até que o barulho imitando uma mosca-varejeira não destoou muito do espetáculo.

A competição foi tão chata que parece ter acontecido há uns 10 anos. Merece ser esquecida por tudo. Exceto pela Shakira e suas reboladas que desafiam a física, a gravidade e a ereção.

Paul McCartney no Brasil
Não fui. Mais uma vez minhas esperanças de ver um Beatle estão depositadas na brincadeira do copo ou num tabuleiro ouija.

Guerra no Rio
O Brasil torceu pelo Rio ao mesmo tempo em que fez piada com fogo, Village People e a palavra “complexo”. Descobriu que Forças Armadas são muito mais que uniformes maneiros, tanques de 1972 e comerciais de recrutamento de gosto duvidoso. As ações policiais capitaneadas pelo Bope também provaram que chamar aquele monte de bandido perdendo a sandália na fuga de “crime organizado”, ainda é cagar no bolo de aniversário do Don Corleone.

Descoberta de vida extraterrestre
A Nasa descobriu uma coisa estranha com vida na Terra e não era o ET Bilu, nem um festival de banda de calça colorida. Uma bactéria que vive de arsênio, num lago, aqui na Terra. Mais brochante que isso só calcinha bege.

Deputado Tiririca
Anos de eleições diretas e só agora levantaram a lebre de que deputado precisa saber ler e escrever. Se fizerem um pente fino nessa Câmara pouca gente se safa. Escreve aí.

Silvio Santos pobre
Só faltava o Papa liberar a camisinha.

Fluminense campeão brasileiro
Fluminense, uma espécie de São Paulo do futebol carioca venceu com todos os méritos e louros o Brasileirão deste ano. Saiu do armário depois de 26 anos. Basicamente um Ricky Martin, outro destaque dessa lista.

A suprema felicidade

10/11/2010

Antes fosse uma crítica ao filme do Jabor.

Nesta quarta-feira (10), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) do senador Cristóvam Buarque (PDT-DF).

Ela ficou conhecida como PEC da Felicidade e inclui na Constuição o “direito à busca da felicidade”, cabendo ao Estado garantir condições para o exercício desse direito.

Segue o trecho então modificado (em negrito)

“São direitos sociais essenciais à busca da felicidade, a educação, a saúde, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, na forma desta Constituição”.

Um cara que tenho grande apreço feito o Cristóvam Buarque, poderia disponiblizar seu tempo propondo reformas em buchas como o Enem, atualizando laboratórios de universidades federais, incluindo na grade curricular matérias de ofícios, instalando creches comunitárias, alfabetizando deputados, estimulando o mérito no serviço público, fazendo preso trabalhar pelo que nos faz gastar para mantê-lo, reduzir impostos para incentivar o saneamento, traçar planos de eficiência na segurança para Copa do Mundo, Olimpíada e o dia a dia… Mas talvez isso não traga toda aquela felicidade pretendida para o povo.

Vou delinear algumas bobagens que, claro, chocam-se com outros direitos constituídos, mas é que a minha mão tá coçando para tirar aquele sarro costumeiro:

Meu benefício vai começar a vir com “RISOS” no recibo?

Tenho direito a matar alguém que não gosto pra ser feliz?

Tô puto da cara, o Estado me indeniza?

O Governo vai dar mulher e dinheiro?

Como faço para ter mega-hair igual ao da Valdirene? Isso me deixaria feliz e com menos inveja.

Fiquei muito feliz esse mês. Posso devolver um pouco?

Esse é o tipo de projeto que deveria ficar lá no Congresso. Vocês sabem como ninguém como buscar a felicidade.

Soluções para Silvio Santos salvar o Panamericano

10/11/2010

Em nota, o banco Panamericano afirmou: “inconsistências contábeis que não permitem que as demonstrações financeiras reflitam a real situação patrimonial da entidade”. Em outras palavras: FODEU.

Aqui temos algumas sugestões para o eterno SS salvar o que, um dia, fora uma das galinhas dos ovos de ouro da granja do Complexo Anhanguera:

– Silvio Santos trabalharia como boneco de cera no Madame Tussauds.

Comprar uma Tele-Sena ou vender relíquias do Baú.

– Show do Bilhão, com perguntas aos executivos da entidade tentando entender a trolha em que se meteram.

Telepan. Reunião de artistas e famosos contribuindo com doações.

– Porta da Esperança. Numa edição histórica, Silvio é o próprio felizardo que abrirá uma das portas. Nela surge Eike Batista, com um microfone no paletó dizendo MAOÊ-X.

Carlos Alberto de Nóbrega como novo diretor do banco, na tentativa de resgatar a seriedade das operações e proibindo grandes tiradas.

– Câmera escondida com Ivo Holanda na BOVESPA. Ao final do pregão, ele grita que era tudo brincadeira. Chama a Ruth Ronçi, a produção e as ações voltam a valorizar.

Para maquiar a contabilidade, Silvio lança o Panamericano Jequiti.

– Leiloar o bambu na Christie’s em Londres.

Realizar caravanas com as colegas de trabalho a 50 reais em aviões adesivados de dinheiro.

– Penhorar as coleções particulares de Chaves, Chiquititas, Carrossel e Maria do Bairro.

Copyright @tiodino e @microcontoscos

Tunar é viver

08/11/2010

Um ano em um post

26/10/2010

ELEIÇÃO NÃO É BRINCADEIRA!

21/10/2010

Rio de Janeiro, 20 de outubro: Serra é atingido por bola de papel.

Paraná, 21 de outubro: bexigas com água são jogadas contra Dilma, mas erram alvo.

****

Vote na melhor tréplica:

– Amarrar o cadarço de um pé no outro.

– Colocar tachinha na cadeira.

– Peido alemão em reunião do partido.

– Acertar com a toalha a bunda um do outro.

– Passar cola no encosto da cadeira.

– Puxar a cueca pelas costas. (famoso cuecão)

– Pendurar a mochila no ventilador de teto.

– Colar “Me Chute” nas costas do adversário.

– Papel picado dentro do guarda-chuva.

***

As coberturas dessas eleições estão sendo feitas pelos analistas @tiodino e @microcontoscos. Acompanhe e emocione.

Mascarados

20/10/2010

Você, eleitor atento que é, que inclusive lembra de todos em quem votou no 1º turno (pausa para gargalhadas), está ligado no que vai rolar em 31 próximo.

Mas isso não é nada. Nossa principal preocupação é o Halloween, que coincide com o evento.

Uma tradição típica americana, assim como a democracia, o voto de cabresto e o termo tuitar, já enraizados em nossa pátria amada.

Portanto, baixe sua máscara favorita. Faça como Paulo Preto e Erenice e diga: “doce ou travessura!”. E se divirta a valer.

Você merece. Você é quem decide os rumos dessa grande zona chamada Brasil.

Observações:

Na máscara da Dilma, recorte e mantenha as cordinhas bem presas. É que sem sustentação ela cai, né.

E na do Serra, não utilize fita crepe.

Baixe a máscara do Serra.

Baixe a máscara da Dilma.

Copyright @tiodino e @microcontoscos

Green Records

19/10/2010

Clica que aumenta:

Incluindo a faixa:
“Você sabe o que é tergiversar?/
Nunca li, nem ouvi, só ouço a Dilma falar”.

E participação de BeSerra da Silva com:
“Vou abortar, mas não vou falar disso agora/
Se segura, tucano/
Pra criar polêmica sempre tem hora”.

Copyright @tiodino e @microcontoscos